. . . .............. .

Linux , Mac OS X ou Windows ?





Por Scott Spanbauer, da PC World (EUA)

Indeciso sobre qual plataforma adotar? Saiba quais as vantagens e desvantagens de cada uma delas em nosso comparativo Vista ou XP? Windows, Mac ou Linux? Graças à onipresença dos processadores Intel e ao trabalho de incontáveis desenvolvedores de software, você não precisa ter apenas um deles instalado.Agora as máquinas da Apple podem executar o Windows XP e o Linux. O Vista está disponível em computadores novos, mas também é possível fazer boot no mesmo computador com um disco Linux Ubuntu (disponível de graça para download).

Melhorias em programas de virtualização, junto com os avanços de hardware e a padronização em CPUS x86, permitem que qualquer sistema operacional hospede versões virtuais de qualquer outro sistema operacional.

:: Clique aqui e confira a tabela comparativa

LONGA VIDA AO WINDOWS XP

Deixemos de lado o furor causado pelo Windows Vista. Antes de irmos para o novo rebento da Microsoft, vamos falar algumas palavras sobre o bem
conhecido XP. Apesar de sua reputação de limitado em termos de segurança, rapidamente se tornou um sistema operacional bem-sucedido.

Antes dele (e seu admirável antecessor, o Windows 2000), os sistemas da Microsoft travavam, apresentavam erros e falhavam toda semana e às vezes todo dia.

Não que as falhas não aconteçam mais, mas ficaramde guerra. O Service Pack 2, o Windows Security Center e o Internet Explorer 7 taparam muitos buracos, mas o XP ainda será o alvo preferido de hackers, crackers e malwares por muito tempo. Os firewalls, programas antivírus e proteção contra spywares vão continuar importantes como sempre.

Segundo a Forrester Resaerch, 40% das empresas clientes de Windows irão migrar para o Vista no próximo ano; e
a adoção por parte dos consumidores comuns irá crescer gradualmente de
12 milhões de usuários no primeiro ano para 73 milhões em quatro anos.

A Microsoft continuará a lançar os pacotes de reparos do XP por pelos
menos cinco anos depois do lançamento do Service Pack 3 (previsto para 2008). Então, não há motivo para ter pressa e correr logo atrás do Vista.

:: Clique aqui e confira a tabela comparativa

DE OLHO NO VISTA

O Windows Vista trouxe muitas melhorias em termos de segurança (apesar de
ainda ser recomendável utilizar um firewall de terceiros), junto com novos utilitários e atributos. Contudo, o que deixa o Vista atrativo para tantas pessoas é a aparência. O ambiente Aero mostra janelas, ícones e outros elementos da área de trabalho com mais cor, tonalidades e sombreamento e, pela primeira vez, transparência.

Bordas translúcidas de janelas, menus e barras de título lembram o usuário de outros aplicativos esquecidos; e o recurso Flip 3D é claramente inspirado no Exposé, da Apple.

O Media Player, Painel de
Controle, e-mail e interfaces de foto são evidências de que muitas das alterações do Vista são superficiais.

Mexendo um pouco mais percebe-se que as mesmas caixas de diálogo do XP estão presentes na nova estrutura de menus. Os gamemaníacos podem ter grandes dividendos na migração para o Vista. O DirectX 10 promete acelerar os novos (e alguns velhos) jogos e (atenção!) não estará disponível no XP.

A Windows Presentation Foundation do Vista vem para facilitar o trabalho dos desenvolvedores na produção de aplicativos gráficos. Contudo, as inovações do Vista têm seu preço.

Testes recentes do PC World Test Center mostraram que, apesar do Vista ser bem executado num
hardware recomendado pela Microsoft, o Windows XP executa os mesmos
aplicativos mais rapidamente. Então, a menos que você possa tolerar uma queda no quadro geral de desempenho, faça um upgrade do sistema operacional junto com um upgrade do hardware. No entanto, com um equipamento razoavelmente bom, o Vista oferece rápidos resultados de busca para documentos, arquivos, e-mails e sites.

:: Clique aqui e confira a tabela comparativa

MORDIDA NA MAÇÃ

Disposto a uma mudança mais radical? Apesar de o sistema operacional da Apple e o Windows geralmente permitirem a realização das mesmas tarefas, a interface Mac mostra ter menos camadas, níveis e configurações ocultas.


E nem é preciso dar adeus ao Windows. O Boot Camp, da Apple, permite que Macs baseados em chips Intel executem Windows e outros
sistemas operacionais x86 (como o Linux, por exemplo).

Agora tantos os aficionados quanto os usuários normais que gostam da simplicidade do OS X, mas precisam trabalhar em aplicativos Windows XP, Vista ou Linux, podem ter todos esses sistemas operacionais num só computador.

A Apple ainda não permite que o OS X seja executado em sistemas “não-Mac”, o que deixa o hardware da Apple como o único capaz de ter todos os sistemas operacionais. E com a adição de
softwares de virtualização gratuitos da Parallels e da VMWare, os Macs podem executar esses sistemas operacionais simultaneamente.

O programa da Parallels ainda oferece um atributo único e curioso, o Coherence, que executa aplicativos virtua lizados do Windows lado a lado com os programas do OS X. Neste momento, as duas empresas trabalham para acrescentar aceleração 3D a seus produtos, o que poderia fazer dos games em sistemas operacionais virtualizados uma realidade.

Mas a maior novidade da Apple será o lançamento do Mac OS X 10.5, também conhecido como Leopard.

A atualização promete uma pequena, mas desejável, coleção de novos atributos, incluindo a Time Machine (um novo sistema de backup automático que permite a alternância entre versões antigas do arquivo).

O Leopard ainda trará suporte para listas de tarefas fixas e
integradas em e-mail, uma expansão da ferramenta de busca Spotlight e
um atributo de área de trabalho virtual parecido com o Exposé.

:: Clique aqui e confira a tabela comparativa

NOS DOMÍNIOS DO PINGUIM

Distribuições como o popular Ubuntu ainda têm um longo caminho a percorrer para mudar a fama do Linux de sistema complexo e de difícil instalação – mas não há como negar que já foi feito um grande progresso.

O CD de inicialização do Ubuntu, o DesktopCD,permite que o usuário veja como quer o Linux (e um pouco de como o sistema gostaria que seu PC fosse) sem precisar instalar nada no disco rígido. Alguns cliques a mais e
logo se tem espaço para o Ubuntu e para configurá-lo no HD, junto com o
Windows.

Uma vez com o sistema operacional no lugar, alguns
poucos aplicativos simples permitirão que o usuário escolha e instale diversos programas gratuitos, incluindo os de produtividade, multimídia e desenvolvimento.

Uma outra distribuição popular, o OpenSuSE, da
Novell, oferece utilitários de configuração e bibliotecas de aplicativos tão fáceis de navegar quanto os do Ubuntu. Ambas as versões Linux possuem correções de bugs freqüentes e atualizações automáticas. E os fãs do Linux ainda poderão escolher entre dúzias de interfaces, incluindo as famosas Gnome e KDE.

Com sua requisição mínima de hardware e segurança sólida, o Linux é uma boa opção . Graças ao dual boot e opções de virtualização, incluindo diversos aplicativos de
código livre e gratuitos, é possível experimentar o Linux mais atual sem precisar abrir mão de seu atual sistema operacional.

:: Clique aqui e confira a tabela comparativa

Fonte: http://pcworld.uol.com.br/

Related Posts with Thumbnails
Posted on 21:53 by vicente claudio and filed under | 0 Comments »

0 comentários: